Change

Ler em português
I’ve been thinking a lot about what has changed for me over the past two years, since I launched the air Embroidery Club, with many of you embarking with me on this journey. These have been two very full years, both personally and professionally. As you may already know, when I launched the Club I was recently back to living in Lisbon, soon thereafter got pregnant with my twins, lost my baby boy soon after birth, and dealt with all the grieving process, embroidery in hand. Actually, were it not for the support of this community, it would have been a lot harder to overcome this huge loss. And my dear air Embroidery Club members? You rock!

The Club has been very, very important for me, as you can see, so I wanted to know how it has impacted members’ lives, too. You know, my goal with the Club is not only to create an income that helps me support me and my family through art. That’s obviously an important goal, but it doesn’t tell the whole story. I want the Club to be a means for me to be of service to you, to help you reach your own goals. Many people look for a way to relax – embroidery is such a great invitation to relaxation. Others want to connect meaningfully to other people, and the experience of making things with your hands creates such strong bonds between people who may or may not have anything in common.

So I decided to ask members about their experiences, too. I wanted to know how they changed since joining. And Guida – who joined the Club on day one and, by the way, is my sister – wrote back saying:

“What I like about the air Embroidery Club is the surprise of opening a fresh template each month. I like how careful and creative its presentation is. I enjoy the pleasure I get from choosing different colors for each project. I see how my work has progressed and love to think that other members may be going through a similar experience to mine, even if making very different choices.”

Guida’s words went to the core of the question for me: to feel creatively empowered to make choices, at the same time to feel free to experiment, and maybe even failing. She also mentions her progress, not alone but in the context of a community, where others may be going through a similar experience.

I was delighted to think about this, as the biggest challenge, for me, is not even creating embroidery projects I am passionate about. The biggest challenge is to keep you engaged and motivated, and seeing progress is very motivating.

But Guida has seen beyond the possibilities that are ahead. In her own words:

“Since joining the Club, I pay a lot more attention to craft and am interested in learning other kinds of embroidery techniques. Sometimes I even imagine possible embroidery motifs out of everyday elements, where before I didn’t see any.”

And, to me, this is so exciting! Because I love giving you a nudge to start creating, my nudge being the embroidery template you receive every month. But it is you who takes the template to a whole new level with your interpretation of it. It is with pure joy that I see you stretching your wings and flying high and away, making your choices of floss, colors, materials and creating new, stunning pieces.

I love it. And the Club. So thank you for being a part of it.

If you wish to join us at the air Embroidery Club, consider doing so before September 1st, before the prices go up. I can’t wait to have you with us.

P.S. Follow Guida on instagram! She recently moved to Liberia, where she’s working and taking gorgeous pictures. The photos on this post are hers! Obrigada, Guida!

*

Tenho reflectido muito sobre o que mudou em mim desde que lancei o Clube de Bordado air, há já quase dois anos (já?!). Estes foram anos muito preenchidos, como muitos de vós já saberão, pois em 2013 voltei do Panamá para Portugal; lancei o Clube em Setembro, pouco tempo depois engravidei dos meus gémeos, vim a perder o meu rapazote poucas horas depois do seu nascimento, e fiz todo o processo de luto acompanhada pelos projectos do Clube de Bordado air. Na verdade, não fosse o apoio de muitos de vós que fazem parte desta comunidade, posso dizer que o processo de luto teria sido bem mais difícil de suportar. E por isso: obrigada! Vocês são o máximo.

O Clube de Bordado tem sido muito importante para mim, e por isso quis saber de que forma é que as vidas dos membros também mudaram desde que aderiram. Porque para mim o Clube é mais que uma forma de criar um rendimento para mim e para a minha família; é também uma forma de prestar um serviço a todos vocês que me acompanham. Muitas pessoas procuram uma forma de relaxar, e o bordado é uma óptima auto-estrada para a “zona”, para um estado meditativo. Outras procuram uma forma de conhecer pessoas com interesses semelhantes – e as manualidades, em geral, são um bom veículo para fazer novas amizades.

Então perguntei aos membros o que tinha mudado nas suas vidas. E a Guida – que aderiu ao Clube no primeiro dia (e também é minha irmã!) – respondeu-me:

“No Clube de Bordado air, gosto da surpresa do template de cada mês, gosto do cuidado e da criatividade na apresentação do template, gosto dos artigos que são escolhidos para a página do Facebook, gosto do prazer que me proporciona a escolha das cores, de ver o progresso do meu trabalho e pensar que há outros membros do clube a passar por um processo semelhante mas, provavelmente, a fazer escolhas muito diferentes das minhas.”

As palavras da Guida foram ao que considero ser o cerne da questão: sentir-se capaz de tomar decisões criativas, ao mesmo tempo que se sente à vontade para experimentar, sem medo. A Guida também menciona os progressos que tem feito, sozinha, mas inserida numa comunidade.

Fiquei deliciada ao ler estas palavras, pois um dos grandes desafios para mim nem sequer é criar receitas de bordado que sejam apaixonantes para os membros. Para mim, o maior desafio é manter os membros motivados e em paz com o seu próprio ritmo. E sentir que se fazem progressos é, na minha opinião, das coisas mais motivantes!

A Guida vai mais longe ao ver possibilidades que antes não via:

“Desde que entrei no Clube de Bordado air, presto ainda mais atenção aos trabalhos manuais, aos lavores, tenho mais interesse por diferentes tipos de pontos e bordados, e por vezes imagino imagens ou elementos do dia-a-dia que poderiam fazer um óptimo bordado.”

Para mim, isto é super entusiasmante! Adoro dar-vos um pequenino “empurrão” (um “empurrinho”, portanto) para que comecem a bordar. No fundo, cada receita de bordado é apenas um ponto de partida para a vossa criatividade. E é maravilhoso ver como os membros começam a esticar as suas asas à medida que ganham confiança, e experimentam com cores e materiais diferentes, criando bordados completamente novos.

Adoro. E adoro ver isso no Clube. Por isso, obrigada por estarem comigo nesta aventura!

Se ainda não faz parte do Clube, junte-se a nós! Vamos adorar ter mais gente connosco! Aproveito para relembrar que os preços vão subir no dia 1 de Setembro de 2015, por isso aproveite o preço actual e adira já.

 

P.S. A Guida está no instagram, onde partilha fotografias lindas do país onde vive actualmente, a Libéria. As fotografias neste post são dela. Obrigada, Guida!

Join our community, start beautifying your life!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge