Coisas que eu cá sei

Hoje descobri bolor debaixo da cama, nas ripas do estrado e na parte de baixo do colchão.

Veredicto? Que nojo. Nojo, nojo, nojo.

Aqui no Panamá travamos uma corrida contra a humidade. Já perdi, nesta corrida, uma camisa. Botas e sapatos de Inverno foram limpos e apanharam sol, e no Natal vão direitinhos para Portugal, sem passar pela casa da partida nem receber dois contos.

O problema é o colchão, que é um portento de peso e de conforto e que é uma pena se se estraga. De momento, apanha sol na varanda. Vejamos se resulta.

Com 95% de humidade relativa todos os dias, o panorama é este.

Join our community, start beautifying your life!

4 comments

  1. Mar says:

    Como te compreendo… estamos neste momento com 80% de humidade e como sabes é o período seco:-)))
    eu hoje foi mesmo o pao que me tinah esquecido de guardar como deve ser:-) bjos

  2. fungaga says:

    Pois, eu passei um verão nos Açores com uma perna partida e tive de ir refazer o gesso a meio, porque a humidade deu cabo dele. Humidade no gesso da perna ganha à do colchão, não ganha? Acho que só posso aconselhar um desumidificador…

  3. Billy says:

    Fungagá, claramente a tua história ganha de longe. Aliás, arruma a minha num chinelo.

    Temos dois desumidificadores a bombar… no momento em que se apagam, já está tudo na mesma.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge