Zinices

Um dos aspectos mais divertidos de escrever, ilustrar e publicar periodicamente uma zine é ouvir as reacções das pessoas. Primeiro, porque os leitores levam cada número muito mais longe do que eu podia imaginar (literal e metaforicamente); depois porque me contam a forma como exploraram a leitura – e no fim quem fica a ganhar, claramente, sou eu.

Uma leitora e comentadora deste blogue mandou-me um mail onde me conta as suas “zine parties” com a sobrinhada. Com a respectiva autorização, transcrevo aqui parte do e-mail que me enviou a relatar as actividades desenvolvidas a partir da leitura da edição de Setembro:

“[…]Cada um tinha uma cartolina A3 colorida, dobrada ao meio e na capa colaram o mapa. Abrindo a cartolina vão recortar e arrumar os objectos nas partes da casa que escolherem. E podemos desenhar as salas?… perguntas que revelam interesse. Disse que dava prémios ao trabalho.”

Giro, não é? O Príncipe até me sugeriu que fizesse uma adenda com uma planta, ideia dada por estes meninos muito criativos.

O e-mail termina com:

“Espero que a autora do projecto Zine não me peça “royalties” por alterar o original.”

Pois que não peço, não! É com muita alegria que fico a saber que a zine é lida, “actividada” e vivida, e eu é que agradeço por me escreverem a contar estas histórias deliciosas. Bem haja!

Join our community, start beautifying your life!

3 comments

  1. Que giro!
    A tia também deve ser bastante criativa!
    Parabéns à autora da Zine (que eu acho muito boa, mas sou suspeita) e aos leitores que tão bem a sabem usar.
    Beijinhos
    M

  2. Billy says:

    Mãe, também acho que a tia desta história é muito criativa. E Anónima F, tenho para mim que todos se divertem! Pelo menos espero que sim.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge