Estas coisas estranhas

Este fim-de-semana pude finalmente fotografar uma coisa que me parece, claramente, de outro mundo: um auto-banco. Suponho que a minha surpresa se prende com o facto de não andar a viajar o suficiente, sobretudo para a parte norte aqui do continente. Atrevo-me a pensar que isto é hábito norte-americano, hábito esse que os panameños, depois de tantos anos de administração estrangeira, absorveram e preservaram.

Não sei bem se hei-de qualificar o acto de se servir de um multibanco sentado dentro do seu carro como extremo comodismo se como o cúmulo da praticidade. A verdade é que me parece estranhíssimo estar numa fila – como se de uma portagem se tratasse – para ir levantar dinheiro… Sobretudo quando há um estacionamento (gratuito) ao lado e caixas multibanco para “peões” (diria mesmo “regulares”) sem filas nem demoras.

Sabe-se lá se um dia destes não sou eu a usar estas estranhas invenções!

Join our community, start beautifying your life!

7 comments

  1. Solange says:

    O Banco do Brasil tinha esse serviço aqui em Brasília antes do advento dos (hoje onipresentes) caixas eletrônicos. Era no subsolo da agência central, tinha uns 10 caixas, e era sucesso certo quando recebíamos visitas de fora! ;D

  2. kel says:

    Mas o mais engraçado é que o sistema bancário americano é particularmente atrasado comparado com o português (muito à base de cheques, os multibancos não têm funcionalidades nenhumas, é difícil fazer pequenas operações como transferir dinheiro entre contas, etc).

  3. Ahimsa says:

    Oi!

    Muito interessante. Imagino que para pessoas portadoras de deficiência com viaturas adaptadas, seja muito mais cómodo, especialmente, quando chove.

    Obrigada por partilhares.

  4. Billy says:

    Kel, dizem que o sistema bancário português é dos mais avançados (do mundo? do universo? de toda a galáxia?)… bem, que é um sistema muito avançado. Lembro-me em 98, fui a Estocolmo com a minha irmã e era um sarilho encontrar um multibanco para levantar coroas. Em Portugal, tens um multibanco em cada esquina… ou dois, até. E fazes tudtudo, até comprar bilhetes de comboio! (e ainda há gente que diz que Portugal é um atraso… 😉 )

    Ahimsa, acho que acertaste na mouche com o teu comentário. Estou totalmente de acordo que é uma alternativa a considerar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge