Morreu o homem, fica a obra

Morreu José Saramago. Já não era novo e não estava bem de saúde, segundo o jornal, portanto, não é propriamente uma notícia inesperada. Que descanse em paz e que a família se recomponha da sua perda, são os meus desejos.

Mas o que é importante aqui é que a sua obra fica, obra essa que vamos querer continuar a ler e reler porque os seus livros são, simplesmente, fora de série.

Join our community, start beautifying your life!

4 comments

  1. Eu, que sou preguiçosa para ler, já li grande parte dos livros dele e vieram-me as lágrimas aos olhos por saber que não vai haver mais nenhum que ele publique.
    Fico também muito triste por haver conterrâneos nossos que se indignam por Saramago receber honras de Estado. Essa questão nem deveria ser colocada, na minha opinião.

  2. Billy says:

    Luísa, daqui a uns anos já ninguém se vai lembrar das discussões parvas sobre se merece ou não honras de Estado, se o presidente comparece ou não no funeral. Daqui a uns anos vamos ter os livros dele, que vão continuar a ser tão bons quanto são agora. Felizmente, o melhor legado de Saramago fica.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge