Cômputo carioca

Rio de Janeiro

Dias no Rio: 5
Aulas de surf: 2
Vezes que me consegui pôr de pé em cima da prancha de surf: 2
Vezes em que foi verdadeiramente espectacular estar em cima da prancha: 1
Banhos de praia: 3
Qual deles o melhor: hmmm. Difícil. Aquele em que saltei as ondas e disse “tchan-tchans”, como a C1?
Vezes que disse que tinha déficit de oceano: difícil de contar, aí umas 20. E foram só 5 dias.

Rio de Janeiro

Feijoadas: 3
Sopas de feijão: 1
Moquecas de camarão e peixe: 1
Queijo mineiro: 0.45 (não se iludam, comi muito!)
Espetadinha de queijinho de coalho grelhado: 1
Águas de coco (que no tempo da Segunda Guerra serviram de soro, esta é uma piadinha para… oh, vocês sabem quem são) bebidas: 3

Rio de Janeiro

Telemóvel caído à sarjeta: 1
Sinónimos aprendidos para a palavra “sarjeta”: 1 (bueiro. Não conhecia!)
Aprendizes de Clark Kent conhecidos: 1
Tampa de sarjeta levantada:1
Número de homens a levantar a supra mencionada tampa de sarjeta: 1
Telemóvel recuperado: 1

Rio de Janeiro

Palavras novas: muitas, difícil contabilizar.
Expressões novas: muitas, também.
Nova expressão favorita: “porque eu sou fóbica!”, em que “fóbica” se lê “fuóbica!”

Rio de Janeiro

Vezes em que me senti em casa: 1, ou seja, todo o tempo.
Vezes em que me senti em Portugal: muitas. Especialmente ao visitar as confeitarias Cavê e Colombo, no Centro, bem como o Real Gabinete Português de Leitura (onde se pode consultar o Diário de Leiria mais recente, por exemplo)
Vezes em que me senti em Macau: 2, pelo calor e ao passear no Centro.
Vezes em que me senti em Goa: 2, vide ponto anterior.

Rio de JaneiroViseu? Não, Rio.

Celebridades vistas: 1
Tardes passadas em Ipanema: 1, fabulosa.
Tardes passados na converseta: 5, ou seja, todas.
Conversas boas: todas. Nossa, quando eu e a F. nos juntamos, o teca-teca só pára quando tem mesmo de ser.

Rio de Janeiro

Molduras de quebra-cabeças completadas: 0.98. Faltou uma peça, mas valeu o esforço.
Projectos de tricot começados: 2
Projectos de tricot acabados: 1, quase integralmente no avião, porque não me ocorreu que lã e aquele calor todo não combinam. Aqui em Buenos Aires a temperatura ainda está amena e eu esqueci-me de que o Rio fica (cantemos todos!) num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza! Ai que beleza!

Rio de Janeiro

Mais fotos aqui.

Join our community, start beautifying your life!

11 comments

  1. Bau says:

    Dores de cotovelo:2;
    Olhos lavados:2;
    Saudades do Rio:muitas;
    Saudades de ti: mais ainda!
    Que fotos bonitas!
    Quem foi a celebridade?
    E… quero conhecer a F!

  2. Bruno Silva says:

    Que “fixe” que você veio pro meu país! 🙂 O Rio é muito bonito, mas te asseguro, existem lugares aindam mais lindos, mais aconchegantes e mais brasileiros que o Rio.

    Fico feliz que tenha gostado tanto 🙂

    Ainda quero ir a Portugal, mas antes, em janeiro, vou a Buenos Aires! Nos vemos!

    Beijos
    Bruno Silva
    http://www.ladobdocassete.com.br

  3. Billy says:

    Bau, já falta pouco para o Natal! E qualquer dia és tu que voltas ao Rio. Ah, já sabes quem é a celebridade? 🙂

    Bruno, adorei estar outra vez no Rio e tenho a certeza de que vou adorar conhecer mais lugares do Brasil. Só que isso requer uma viagem mais longa. Já faltou mais! Vemo-nos então em Janeiro, aqui em BsAs. 🙂

    Marianita, gotate da síntese? Ando com muito trabalho, teve de ser.

  4. Billy says:

    Tia, acho que não tirei mais fotos à igreja. Na próxima vez que for, fica prometido. 😉

    Té, recorramos àquela coisa da matemática: inveja corta com inveja e pof, está resolvido. O Rio mandou-te muitos beijinhos, quando chegar aí dou-tos pessoalmente.

  5. Fernanda says:

    Ana, querida, adorei o resumo da sua vinda, e estou sempre à espera do seu regresso. Bau, aqui é a F., também quero te conhecer!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge