Mais rápido que a sua própria sombra

Essa é que é essa. Nem deu tempo para contar aqui no “Entre…” que por cá já começámos os nossos passatempos de Inverno, porque entre começar e acabar foi menos que um espirro. Enquanto o diabo esfregou o olho, o Paulinho terminou este puzzle. E sim, desta feita foi ele a fazê-lo quase todo, porque eu ando entusiasmada com a manta que estou a tricotar.

No primeiro dia ficou assim:

Ontem à noite estava assim:

Ontem ao fim da noite estava assim:

E esta, hein? Não há quem apanhe o rapaz… agora ganhou-lhe o jeito (e o gosto!) e ninguém o pára. Será que a seguir começa com o tricot?

Join our community, start beautifying your life!

5 comments

  1. Solange says:

    Uia! Antes do tricô eu também era viciada em puzzles! Quando os de 1500 começaram a ficar fáceis demais como os de 3000 precisavam de muito espaço… 😀

  2. Pois, é a próxima etapa! Daqui a pouco ninguém vos vence: dois a fazer tricô. E depois montam a vossa própria loja para os vender… E…
    Disparate!
    Fazer puzzles, ou tricô, ou gravura, ou…ou… tudo é bom para descomprimir do dia de trabalho.
    Beijinhos aos dois artistas.

  3. Billy says:

    Solange, aqui aconteceu o mesmo com os de 3000, portanto voltámos aos de 1500. 🙂 Não sei se o Paulo alguma vez vai entrar no tricot… acho que prefere usufruir do que realmente tricotar!

    Mãe, boa ideia! Vou perguntar ao Paulinho…

    Ahimsa, ora, o puzzle é feito sobre um cartão que se transporta para outro sítio qualquer quando precisamos da mesa. Mas quando somos só os dois é só chegar o puzzle para o lado. E ir encaixando umas pecinhas enquanto a sopa arrefece. 🙂

  4. Ana says:

    Está visto, têm de arranjar mais companhia à mesa para se deixarem de actividades paralelas durante a sopa!!!!!
    (Esta foi mesmo só para te arreliar!!!)
    Beijinhos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge