Ontem tive aula de pintura. Durante o Verão, as aulas têm um formato diferente das do ano lectivo normal. Por um lado, os colegas são outros, maioritariamente pessoas que querem começar a pintar e que aproveitam os cursos de curta duração dos meses de Janeiro e de Fevereiro. Por outro, ao contrário do que acontece entre Março e Novembro, não há modelo.

Ao princípio, a ausência de modelo deixou-me um pouco aflita, pensando assustada que iria pintar, no meio de tantas possibilidades. Aos poucos (ontem foi a terceira aula de quatro), o pânico desapareceu e aproveitei para pintar o que não costumo fazer durante o ano, ou seja, experimentar coisas novas e tentar exprimir-me de maneiras diferentes. Até ao momento, estou a divertir-me – aliás, pasarla bien, para usar a terminologia local carregada de rigor científico, sempre foi o que tentei fazer. Tem-me servido muito, esta atitude: quando não me importo demasiado com o resultado, este costuma ser melhor do que quando me preocupo com o que estou a fazer.

O exercício de ontem foi o de fazer uma composição com contrastes feitos com misturas das cores primárias e branco. Essas misturas teriam de ser feitas na paleta e aplicadas lisas no suporte. Ora toda a gente sabe (hmm, se calhar não é toda a gente, mas eu sei muito bem!) que sou um bocado preguiçosa na hora de estar a remexer as tintas até as misturas ficarem bem homogéneas, portanto aquilo que deveria ser uma cor lisa é uma cor “cheia de matizes de outras”, o que – apesar de fugir do exerício proposto – me enche de alegria visual (será que isso existe?)

Este foi o resultado, que me deixou muito satisfeita.

Para ver mais pinturas, aqui.

Join our community, start beautifying your life!

2 comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge