Countdown for the holidays | Contagem decrescente

Last week was hectic! I´m glad it is over and that I managed to deliver the two most urgent projects on time, but I still had to make it a bit into Saturday to finish things. Fortunately we had a long weekend, as yesterday was a public holiday here in Argentina (it was a holiday in Portugal too, so it was actually fun to have a holiday simultaneously).

One of the projects mentioned above involved Blurb. The ease of the service really surprised me (hey, I come from a traditionally bureaucratic country and live in an even worse one!). I didn´t use their own software for the design part as it seemed a bit limited compared to the professional software I usually use – which is logical, of course – so I designed everything elsewhere and imported it into their own software. The only real hurdle on the whole process was that I had to export my layout as a .pdf, then convert it into .jpg or .png (I used the latter format) and then import those files (one per page) into Booksmart. I read their forum and everyone is saying the same: please accept pdf files directly into Booksmart! It will be a time-saver and it will definitely improve workflow.

Otherwise, working with Blurb was a smooth experience. I´m looking forward to seeing the results!

*

A contagem decrescente até ao Natal é sempre agitada, já que toda a gente quer ter os seus projectos terminados antes do fim do ano. Por isso, a semana passada foi muito ocupada e deu à justa para terminar os dois trabalhos mais urgentes que tinha.

Para um deles recorri ao site Blurb, onde se pode produzir livros de qualidade, sem limite mínimo de exemplares. Devo dizer que fiquei surpreendida com a facilidade com que as coisas se processam – e os preços são bem convidativos! Como entregam os livros tanto em Portugal como cá na Argentina, penso que o vou usar mais vezes.

A única parte menos boa no processo – pelo menos para um designer profissional – é que o software próprio que disponibilizam, o Booksmart, é um pouco limitado nas suas opções. Contudo, é possível fazer o trabalho todo no programa com que trabalhamos habitualmente e importá-lo posteriormente para o Booksmart. Aqui, a única crítica é que no processo de importação dos ficheiros é preciso passá-los de .pdf (formato de exportação do programa em que paginei o livro) para .jpg ou .png, e só posteriormente colocar página por página no software Blurb.

Li instruções e comentários dos utilizadores e todos concordam neste assunto: quando o Booksmart aceitar o formato .pdf para importação, então trabalhar com o Blurb vai ser mesmo uma maravilha!

Estou ansiosa por ver o livro impresso!

Join our community, start beautifying your life!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge