Fim-de-semana em Colonia del Sacramento, no Uruguay

Tínhamos de ir ao Uruguay e a história de Buenos Aires estar praticamente soterrada (“sofumada”?) em fumos (alegadamente não-tóxicos) foi um incentivo extra para irmos.

Cruzamos o rio no meio de uma atmosfera branca e chegámos à margem oriental do Río de la Plata. Uma inspiração mais profunda de algum alívio revelou-se muito frustrante: já cheirava a fumo.

Mas o Uruguay é um paraíso aqui ao lado da poluída Buenos Aires: os carros andam devagar, param nas passadeiras, bebe-se mate por todo o lado… o ritmo é consideravelmente mais lento e a pausa sabe bem. Buenos Aires tem muitas vantagens, mas um abrandamento de quando em vez sabe sempre bem. Dormir sem barulho de autocarros, apesar de o nosso hotel ser numa das ruas principais de Colónia, foi uma novidade também muito bem-vinda.

No dia seguinte acordámos e já cheirava a fumo. Como é que estes vizinhos podem gostar uns dos outros se se tratam assim? Uns queixam-se das fábricas papeleiras, vai daí respondem com um manto de fumo impenetrável… o ar que se respirava no Sábado passado em Colonia arruma as picardias entre Portugal e Espanha num chinelo.

Ainda assim, passeámos. Que podíamos fazer? Dentro do hotel cheirava a fumo; fora também. Então, fora. Vamos lá. E fomos.

Join our community, start beautifying your life!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge