Mais um dia de paixão e amor entre tia e sobrinha

O relato das gracinhas da Czinha não tem a menor graça comparado com a realidade. Estes dias têm sido tão, mas tão cheios de coisinhas boas e doces para contar que só com isso escreveria um blog inteiro (e espalharia diabetes por todos os leitores).

Hoje a Czinha falou no Skype com os avós maternos e a sua querida Bau. Fez tantas festinhas às carinhas deles no monitor que eu desisti de tentar evitar as dedadas. Deu beijinhos, fez festinhas, procurou-os atrás do monitor (mas, coitada, só encontrou uma maçã), enfim, amor, amor e muito mel.

Aterrou cedinho na cama e desde então tenho aproveitado todas as oportunidades para ir lá ver como está. Se está destapada, tapo-a. Se tem a Júlia em cima da cara, afasto-a e ponho-a a dormir com os outros “amigos”. Se está tudo bem, limito-me a olhar os caracóis dos cabelitos e os olhinhos fechados numa expressão de descanso absoluto totalmente merecido depois de um dia de muitas aventuras, pinturas e tropelias.

Ai, como vou ter saudades destes dias…

Join our community, start beautifying your life!

One comment

  1. Bau says:

    Ai fiiida…Bi!
    Pois é, apesar das saudades que pululam neste lado do Oceano, a causa é totalmente justa. Ainda para mais, relatas tão queirosianamente-eloquentemente falando esses momentos, que parece que sou finalmente uma mosquinha transatlântica. Saudades e beijinhos, da Bau, da Avfvfvfó e do Avfvfvfô

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge