Sos un bombon parte II

O episódio do bombón do post anterior fez-me lembrar a viagem de táxi na semana passada até ao escritório do Paulo para depois partirmos para Las Leñas.

Cá, nos semáforos, há muita gente a ganhar a vida a vender coisas ou a fazer malabarismos ou afins. Os vendedores de rosas, que, em Lisboa, actuam principalmente nos restaurantes e nas ruas do Bairro Alto, aqui estão no meio do trânsito, sobretudo nos semáforos.

Estávamos nós num sinal vermelho e vem um senhor vender-me rosas.

“-Una rosa, bombón?”

Eu, pela janela semi-fechada, ri-me, agradeci e disse que não.

Mas o taxista não perdoou:

“-Ellos dicen lo que sea para vender, pero la verdad es que no se equivocó: sos un bombón!”

Se precisarem de tradução, avisem.

Join our community, start beautifying your life!

2 comments

  1. Billy says:

    Sim, parece que o forte deles é mesmo o chamuyo. Ainda hoje, na mercearia, o rapaz que me costuma atender despediu-se de mim com um chau. linda, suerte, nos vemos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge