Colectivo 93

Confesso que estava um pouco receosa relativamente à “experiência autocarro” em Buenos Aires. Têm um ar antigo, barulhento e, sobretudo, não há em lado algum a indicação do trajecto. São colectivos para iniciados.

Hoje foi o dia de passar esta prova e apanhei, conforme indicações de uma das companheiras de almoço, o 93, que vinha directo de Palermo para a Recoleta. Claro está que ninguém sabe (ninguém que nunca tenha andado!) onde é a paragem na Recoleta… mas cheguei! Saí numa paragem mais à frente, evidentemente falhei a mais próxima, mas cheguei.

E o melhor é que os autocarros cá têm pelo menos dois aspectos onde batem os da Carris aos pontos: são baratos (80 cêntimos de peso… qualquer coisa como 20 cêntimos de euro) e passam cada… sei lá, 30 segundos? É incrível! Enquanto me despedia das pessoas com quem almocei passaram dois (e não foi uma despedida à portuguesa em que ficamos mais meia-hora à conversa à porta); depois atravessei a estrada e preparava-me para uma espera valente quando apareceu novo autocarro. Já lá dentro, avançámos uns metros e fomos ultrapassados pelo seguinte.

Não há horários de autocarros. Para quê, se passam com tanta frequência?

Join our community, start beautifying your life!

4 comments

  1. Anonymous says:

    “Pois que” por terras lusas se vive mesmo a experiência da greve de transportes… que falta fazem as bicicletas;-)

  2. mojitopt says:

    Me lembro muito bem da minha primeira experiença num colectivo porteño: foi as 01:00 da manhã, frente à Rural na Plaza Itália. A esta hora já não há mais subte.
    Com um salto coragoso subi num dos tantos micros que passaram (cujo motorista mesmo não se importava de parar completamente). Me esqueci o número, mas pouco importa. E com pelo menos 80 km/h anadavamos pelas ruas nocturnas…
    Quando meia hora depois tocei a campainha e descí tudo justo numa parada somente ‘à dos quadras’ do meu hotel, eu estava cheio de orgulho.
    “Já estou grande” gritei, “já estou grande!” Andar de micro em BsAs pela primeira vez é quase uma iniciação…

  3. Anonymous says:

    Billy Amiga, como estás? Pelo o que escreves, vejo que estás super integrada na tua nova cidade:D Pelo Porto, está tudo bem com um calor óptimo de 28ºGraus! Preparo as malas para ir à Madeira cantar na véspera do dia25 Abril. Beijinhos e vai escrevendo ok? Luísa e Tomané

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge