Ha designers e designers, ha clientes e clientes

Não resisto a transcrever a resposta que uma cliente hoje me enviou, a propósito de um trabalho que eu havia orçamentado.

Em Dezembro de 2006 fui contactada por uma pessoa para “apresentar propostas” para três projectos que a sua empresa estava a desenvolver. Tivemos uma longa reunião em que, entre outras coisas, esclareci que não apresentava “propostas” sem adjudicação de orçamento (expliquei, evidentemente, as razões – ficam para outro dia). Gerou-se um momento de incredulidade com a já habitual “mas os outros designers que contactei concordaram em apresentar propostas!”. (Onde diz “propostas” leia-se “ideias materializadas” ou “maquetes”.)

Hoje escrevi-lhe um email para saber se já tinham chegado a uma decisão, sabendo, obviamente, que as minhas probabilidades de conseguir o trabalho eram bastante reduzidas (mas mais vale um bom cliente na mão do que dois maus a voar!).

Esta foi a sua resposta:

Relativamente à sua proposta já temos uma decisão: todos os outros designers contactados apresentaram a sua proposta e o seu croqui. Sem ele não poderemos considerar propostas pois não fazemos a mínima ideia do que pretendem desenvolver.

Dado que a Ana decidiu não apresentar qualquer croqui esperando que nós possamos confiar nas suas ideias – que é algo que nós evidentemente não podemos fazer – nós não iremos considerar a sua proposta na nossa decisão final.

Evidentemente.

P.S. Ganha quem conseguir enfiar mais vezes do que a ex-futura-cliente a palavra “proposta” na frase.

Join our community, start beautifying your life!

3 comments

  1. Anonymous says:

    Há propostas e propostas.
    Há croquis e croquis.
    Acho que a tua cliente gosta
    De designers gentis

    Que lhe dêem ideias diferentes
    E lhe apresentem maquetes
    Mas tu fizeste-lhe frente
    Abaixo as clientes queques

    JPP

  2. Diana Sousa says:

    eu gostei foi da parte em que “evidentemente” não podem confiar nas ideias do designer…

    …ora o designer “evidentemente” tem que confiar que o cliente não vai pegar no croqui “grátes” e pedir ao sobrinho do amigo que até é jeitoso com o CorelDraw para concretizar a proposta 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

CommentLuv badge